O que é Design Thinking e como aplicar o conceito na Gestão de Projetos

Compartilhe

Antes de tudo, sabemos que para uma empresa se sobressair no mercado, é necessário bastante planejamento e criação de novas formas para abordar o público e, assim, conquistar novos clientes. Contudo, para que isso se torne possível, é necessário dispor de ferramentas e metodologias capazes de mapear o oferecimento de produtos e serviços em relação às reais necessidades dos consumidores. Para isso, temos o Design Thinking.

O Design Thinking é uma metodologia na qual busca aproximar o cliente do produto ou serviço oferecido pelo negócio por meio de um mapeamento completo das atividades internas, a fim de torná-las mais eficientes e estrategicamente de acordo com as reais necessidades do público-alvo.

Com base nisso, o negócio percebe a real necessidade de adotar novos meios para tornar a satisfação dos clientes ainda melhor, cuja ideia é um dos pilares da Gestão de Projetos.

A junção dessas duas metodologias é crucial para as empresas e oferece benefícios competitivos excelentes. Quer saber mais sobre o assunto? Então, confira o nosso post até o final e tire todas as suas dúvidas sobre a metodologia do Design Thinking.

Design Thinking: o que é e qual a sua importância?

Em geral, podemos definir que o design thinking nada mais é do que uma metodologia geralmente utilizada por negócios e empresas para oferecer produtos e serviços de acordo com a real necessidade de seus clientes.

Em outras palavras, o design thinking faz com que sua oferta no mercado gere total interesse ao público, garantindo aumento de receita e, consequentemente, uma excelente reputação em termos de qualidade e excelência.

Por esse motivo, esse método está sendo cada vez mais utilizado pelas empresas, sobretudo aquelas que almejam aperfeiçoar suas atividades de maneira otimizada, prática e simples.

O Design Thinking integra as características de um designer — sua empatia, potencial criativo e forma de pensamento — e o distribui por todos os setores do negócio, e não exclusivamente aos setores de venda e marketing.

Por isso, devemos entender que essa metodologia oferece condições necessárias para que o seu time consiga gerar insights e colocá-los em prática. Entretanto, o design thinking precisa ser construído de maneira colaborativa e coletiva, reunindo as melhores ideias, visões e perspectivas diferentes acerca de um mesmo processo.

Como aplicar o design thinking na gestão de projetos?

Antes de tudo, já que o design thinking é amplamente utilizado em vários departamentos empresariais ou setores de mercado, não podemos deixar de ressaltar a importância de sua integração à gestão de projetos. Para que possamos realizar essa junção de maneira eficiente, separamos um passo a passo abaixo. Confira:

1. Entenda o principal problema a ser resolvido

Antes de mais nada, o primeiro passo (e o mais importante) é saber identificar qual problema deve ser abordado pelo time. Afinal, já sabemos que o design thinking está comumente ligado à melhoria dos processos. Por esse motivo, é necessário escolher qual será o ponto de partida para criar ou alterar alguma atividade.

2. Faça pesquisas

Como podemos imaginar, o achismo não anda de mãos dadas com o design thinking. Portanto, todas as atividades que serão realizadas devem se basear em processos ou pesquisas extremamente confiáveis.

Sendo assim, o ponto principal da coleta de informações deve estar centrado na satisfação do cliente, já que a opinião e a experiência dele é de extrema importância para o sucesso das mudanças que devem ser realizadas.

3. Gere ideias

Antes de tudo, por se tratar de uma ferramenta colaborativa, a geração de ideias ocasionadas no design thinking deve ser feita de maneira coletiva, a fim de que hipóteses sejam levantadas.

Por esse motivo, a comunicação entre as equipes deve ser mútua, pois sugestões e críticas são fundamentais para a consolidação da resolução das demandas existentes.

4. Crie os protótipos

Por meio das ideias que foram geradas, alguns protótipos já podem começar a ser desenvolvidos, bem como novas estruturas, processos, serviços, produtos, entre outros. Além de tudo, também podem ser criados diversos protótipos ao longo de um projeto, sempre avaliando as melhorias que devem ser aplicadas.

gerenciador de projetos

5. Teste as hipóteses

Em suma, a fase de teste é de grande importância para que consigamos avaliar a performance da aplicação de uma ideia sugerida no mundo real.

Assim, é por meio desse processo no qual conseguimos visualizar o retorno das ações, criar novos insights e, por fim, garantir que as ações foram devidamente realizadas, bem como os resultados obtidos de acordo com o esperado na fase do planejamento.

6. Aplique no produto ou serviço final

Depois da ideia ter sido aprovada em todos os testes, está na hora de oficializá-la e trazer o processo para o produto ou serviço final da gestão de projetos.

Entretanto, é crucial continuar realizando monitoramentos constantes, sobretudo o comportamento do público frente às novas mudanças. Para isso, pode ser necessário buscar os famosos KPIs (Indicadores de desempenho) para monitorar toda a experiência.

A importância da gestão de projetos nos contextos atuais

Caso você não saiba, a Gestão de Projetos em uma empresa é de suma importância para contribuir com a redução de riscos, e fazer todas as etapas de um determinado projeto serem controladas de maneira eficiente.

Desse modo, é possível prever os riscos da execução de determinados projetos, atingindo os principais objetivos.

Dessa forma, diversas áreas do conhecimento, seja a gerência do tempo, a gestão do escopo, gestão da qualidade e custos são comumente integradas para esse objetivo.

Em consequência disso, observamos um aumento significativo no desempenho das empresas no mercado, pois como podemos perceber, a gestão de projetos acaba sendo 0 alicerce do pensamento organizacional.

Quais os principais benefícios do Design Thinking na gestão de projetos?

Como podemos notar, os benefícios da integração do design thinking à gestão de projetos são numerosos. Contudo, podemos listar suas principais vantagens. Confira abaixo quais são elas:

1. Contribui com a empatia

Não é incomum acabarmos envolvidos em atividades laborais e esquecermos de um dos pilares mais importantes de qualquer empresa constituída no mercado: a satisfação dos clientes.

Por esse motivo, por meio do design thinking, podemos nos envolver continuamente com os problemas demandados pelos consumidores, e assim, entender o que precisam, o que buscam e o que realmente gostam.

Com essas informações coletadas, a empresa garante total autoridade no mercado e possui grandes chances de gerar competitividade.

2. Reduz custos

Não menos importante do que aproximar os clientes da sua empresa, e acima de tudo, entender suas principais dores e necessidades, é ter oportunidade de reduzir custos internos.

Já que os processos ocasionados pelo design thinking são amplamente deliberados e monitorados, os responsáveis pelas equipes conseguirão perceber atividades e processos que consomem dinheiro e não oferecem resultados para o negócio.

Com isso, novas tecnologias podem ser implementadas, a fim de automatizar atividades e contribuir com a redução de custos com maquinário, capital humano, entre outras questões relacionadas.

3. Torna as equipes mais enxutas

Quando a empresa percebe a necessidade de integrar o design thinking à gestão de projetos, as equipes acabam se envolvendo constantemente, sobretudo pela demanda constante de aprimorar as etapas da metodologia.

Esse movimento multidisciplinar dentro das empresas abre portas para a inovação, que é um fator importante para a consolidação do negócio no mercado. Afinal, são diversos colaboradores com diferentes experiências, habilidades e competências, podendo oferecer diferentes visões acerca de um mesmo projeto.

4. Incentiva à criatividade

Já que a equipe está constantemente sob o desafio de manter um novo olhar em relação às atividades e problemas, a criatividade acaba sendo estimulada continuamente na rotina organizacional. Com isso, é possível percebermos o surgimento de soluções mais inteligentes e menos desafiadoras.

5. Competitividade no mercado

Não menos importante do que todos os benefícios citados acima, é ter a oportunidade de gerar competitividade no seu ramo de atuação.

Isso porque o design thinking acoplado à gestão de projetos tende a tornar os processos internos muito mais eficientes e estratégicos. O processo de implementação do design thinking avalia questões importantes, como a concorrência.

Saber o que as empresas mais conceituadas no mercado fazem para atrair clientes e garantir autoridade de marca é uma excelente estratégia de competição.

Isso ocorre porque o negócio não vai “copiar” as atividades da empresa em questão, mas sim inspirar-se em seu modelo para oferecer experiências cada vez melhores ao seu público.

Conclusão

Conforme vimos, a gestão de projetos é uma atividade muito importante em uma empresa, pois é por meio dela que os processos de melhoria contínua são desenvolvidos e aplicados.

Tratando-se do cliente, que é o seu principal foco, pode ser ainda melhor quando integrado aos modelos do design thinking, que também conceitua a importância de entender as dores e necessidades do público para prover serviços e produtos de valor.

Por esse motivo, o design thinking precisa ser levado em consideração em qualquer início de projeto empresarial. Agora que você já sabe o que é o Design Thinking e sua importância para um excelente gerenciamento de projetos, que tal conhecer as nossas soluções? Acesse agora mesmo o nosso site e saiba como podemos ajudar sua empresa a se desenvolver muito mais.

Que tal comprovar por conta própria que o Proj4me é a melhor opção para gerenciar seus projetos?

Conheça a ferramenta usada por Gustavo Farias gratuitamente!

O Proj4me é um software online completo para o gerenciamento de projetos, tarefas e equipes. Faça o teste grátis por 14 dias e profissionalize a gestão de projetos da sua empresa.

Eu turbino sua carreira (e a sua vida) com a Gestão de Projetos

🔒 Seus dados estão 100% protegidos e jamais serão compartilhados. Ao se cadastrar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Leia também e aprenda mais

Ei, que tal comprovar por conta própria que o Proj4me é a melhor opção para gerenciar seus projetos?

✅ Preencha seus dados e crie sua conta agora!