O Que é Excelência Operacional e como alcançá-la

Excelência Operacional

Às vezes a excelência operacional pode acontecer devido a uma grande iniciativa, ou mesmo a partir de uma transformação por completo dentro de uma organização. 

Mas nem sempre é assim.

A excelência profissional pode, muitas das vezes, estar atrelada a problemas de gestão, como liderança.

Essa melhoria na liderança torna, automaticamente, mais engajada a equipe de trabalho.

Em todo caso, o que vale mesmo é traçar uma estratégia de negócios a fim de que as execuções sejam possíveis por seus diversos pilares.   

O que se deseja mesmo fazer é, como o próprio nome da palavra diz, atingir um trabalho com grande excelência!

Você já parou para pensar com calma na palavra “excelência”? 

Pense então em uma operação com excelência? 

Essa operação deve ser incrível, sem defeitos, sem atrasos, com ótima funcionabilidade, em que no final das contas o cliente nos retorne apenas para agradecer.

Esse é um exemplo de excelência operacional em que tudo correu bem, desde a aquisição pelo comprador até sua chegada ao consumidor final.

O que é Excelência Operacional

Excelência Operacional é processo pelo qual a empresa utiliza todos os seus mecanismos para produzir com qualidade e realizar boas entregas para os seus clientes. Para isso, a organização precisa maximizar o desempenho em termos de produtividade, qualidade do produto, e redução de custos.

Portanto, é um importante recurso de competitividade para com as demais empresas, particularmente porque operam em um ambiente de extrema concorrência.

Concentrada nas necessidades dos clientes, a excelência profissional das equipes tem por objetivo encontrar soluções que visem à otimização de processos.

Esses processos são principalmente baseados nas técnicas conhecidas como “Lean” e “Six Sigma”. 

Mas inicialmente, mais do que lhes dar materiais desenvolvidos, deve ser dada especial atenção à abordagem global da empresa, para abranger e criar na equipe uma busca por respostas que resultem na força da excelência operacional da organização.

A origem

Nos anos de pós-guerra a Toyota se viu à frente de um grande desafio: retomar a sua indústria automobilística. O Japão não tinha meios financeiros, difícil acesso a matérias-primas, e um pequeno mercado de clientes potenciais.

A Toyota procurou comercializar o carro que com certeza venderia, condizendo exatamente à utilidade dos japoneses, pelo preço mais justo. 

Depois, os americanos, em suas visitas ao Japão, passaram a vender e popularizar as táticas japonesas, sob o nome de “Lean Management”.

Mais adiante, nos anos seguintes, GM e Ford, entre outros, adotaram esse método, a fim de se aproximar do padrão da Toyota.

Atingindo a Excelência Operacional

A excelência profissional, sem sombra de dúvidas, é o objetivo de todas as empresas. Os benefícios são vários, pois se ganha em eficiência, otimização e redução de desperdícios.

A excelência operacional agrega mudanças que venham se tornar estáveis, abordando uma melhoria crescente em todos os processos dentro de uma empresa.

Fábricas têm feito o possível e o impossível para alcançá-la.

O processo de melhoria

O objetivo da excelência profissional é aumentar a performance global de uma empresa. Ela pode ser conduzida em uma empresa a fim de aprimorar o desempenho em elos de eficiência, qualidade da mercadoria, contenção de custos, aperfeiçoando, desse modo, a sua eficácia. 

Resultados

Prisma organizacional potencializado nos mais diversos ângulos possíveis, desde os humanos aos tecnológicos e ambientais.

Essa adoção oferece às empresas aptidão de adaptação rápida para reagir às transformações da era digital

As melhorias são qualitativas e quantitativas.

Estações de trabalho

Quando estações de trabalho são melhoradas, assim como as ferramentas empregadas na mesma estação, os operadores ficam livres de locomoções desconfortáveis, e até mesmo de riscos

Além disso, o conforto no ambiente de trabalho passa a ser privilegiado e, consequentemente, a produtividade passa a ser maior. 

Indicadores-de-Qualidade

Equívocos nas relações com clientes

É comum haver um equívoco entre eficácia e prestação de serviço ao cliente. Mas será que você realmente já parou para pensar que a insatisfação de um cliente pode ser uma causa básica? 

Pois é. E as causas básicas podem ser as do desperdício também. 

É preciso que você entenda o que é que o seu cliente mais valoriza e, dessa maneira, você passe a se esforçar ao máximo para alcançar o que ele deseja de fato. 

Assim estará no caminho da Excelência Operacional. 

A princípio de um ponto firme e fixo na excelência operacional é capaz de aparecer de uma sequência de conveniências do comércio:  

  • Um novo setor
  • Uma nova atividade
  • Reestruturação radical de custos
  • Mudanças na dinâmica do mercado
  • Clientes em constante mudanças
  • Reforço na melhoria contínua
  • Gestão dos procedimentos com clientes

No caminho certo

Por que não ter um portfólio diversificado de clientes, cooperando com empresas desde serviços financeiros até estudos das ciências da vida?

Uma empresa com excelência profissional deve oferecer serviços que cubram indústrias de manufatura e consumo, sempre auxiliando nas mudanças com:

  • Estratégia operacional
  • Desenho de modelos operacionais novos
  • Transformação do comércio
  • Terceirização no setor de serviços financeiros
  • Transformação de processos em larga escala
  • Integração de uma cultura e ferramentas 

A excelência operacional é um estado de espírito.

Muitas vezes, tanto líderes quanto colaboradores acreditam que a excelência profissional está no alcance de uma demanda maior de produtividade a fim de agradar o cliente. 

É claro que não podemos deixar de lado a demanda de produtividade que deve estar sempre nos seus devidos parâmetros, mas a excelência operacional engloba o bem-estar de todos os envolvidos no processo de produtos e serviços de uma empresa, pois só dessa forma haverá, de fato, chegaremos a um padrão de qualidade com que se possa contar.

A chave para um ramo de sucesso não significa apenas confiar em tecnologia e boas estratégias de negócios. É preciso estar atento às atividades do cotidiano. Caso tais atividades não estejam sendo lucrativas, automaticamente os clientes não ficarão satisfeitos.

Resultado: diminuição de lucros.

A excelência operacional caminha junto com a melhoria contínua.

Onde Encontrar a Excelência Operacional

A excelência operacional está centralizada em seus métodos elementares. Os profissionais devem estar organizados por setor de atividade, desenvolvendo um nível de produção típico à sua função na empresa, para que assim, seu desempenho seja o melhor possível na hora de sua colaboração. 

União dos Operadores

É indispensável o apoio total da equipe para a prosperidade do setor, sejam eles operadores, técnicos ou gerentes. 

Por isso que são necessários constantes treinos, para que dessa maneira os que outrora possuíam saberes apenas para a operação de equipamentos, passem a contribuir como conselheiros contribuintes.

Métodos de Melhoria Contínua

As regras de gerenciamento e performance mudaram. O “Lean” assume hoje as linhas das posições de classes hierárquicas dentro da empresa, em que devem ser destacados tanto os homens quanto as mulheres profissionalmente. 

Ainda que se perceba um panorama mundial em que os homens são beneficiados com posições de destaque gerencial ou administrativo dentro das grandes organizações.

Já é mais do que tarde que esse assunto seja repensado, colocado em pauta que, além de tudo, os valores profissionais femininos sejam reconhecidos, uma vez que a excelência profissional de uma empresa pode partir, sim, de um grupo, mas gerenciado pela ideia de uma mulher.

Infelizmente falamos de excelência operacional, entretanto as mulheres continuam a ocupar cargos bem longe dos de liderança, gestão e, quando ocupam, têm menores salários. 

Esse é um fator que, com absoluta certeza, não coopera no cenário da excelência operacional. 

Não cabe mais nos dias de hoje restringir a opinião de todos para o benefício da empresa.

Princípios Simples e Humanos  

Sozinhos não fazemos nada. Esse é um fato do qual todos nós sabemos, ainda mais se levarmos em conta o ramo empresarial. 

É por essa razão que quando estamos diante de um problema dentro de uma empresa é muito mais fácil descobrir a sua causa se estivermos em grupo. 

Isso é uma demonstração de que uma inteligência comunitária funciona muito melhor do que uma só mente pensante. 

Para que uma melhoria contínua de fato ocorra, os gestores envolvidos deverão se comportar como sujeitos ativos, não sujeitos passivos do processo. Dessa forma, motivadores e comprometidos com a causa. 

Tanto individualmente quanto coletivamente, é necessário que se faça uma adaptação a todos os membros da equipe, o que torna o ambiente de trabalho agradável para eles. Isso faz parte do respeito ao tempo, ao ritmo que cada membro da equipe tem, porque é justamente esse respeito que fará aumentar a excelência operacional. 

Fator Humano

É importante compreender e avaliar o fator humano, seja individual, seja gerencial. Pois não podemos jamais nos esquecer de que o gerente, como um ser humano que também o é, tem suas limitações, seus pontos fortes e pontos fracos. Ou seja, precisa de ajuda da equipe. 

Por conseguinte, um gerente motivado pela sua equipe estará mais do que apto a superar os problemas da organização da qual faz a gestão, pois sabe que tem com quem contar. 

Necessidades do Cliente

As necessidades do cliente não podem, jamais, serem colocadas em segundo plano.

Quando pensamos na excelência operacional da empresa, é indispensável que essa excelência seja pensada também para o cliente, do que ele mais precisa, quais são suas maiores necessidades, pois, afinal de contas, estamos em um mercado competitivo e, caso não atinjamos as expectativas esperadas pelo cliente, corremos amplo risco de perdê-lo.

Em outras palavras, cuidando apenas das melhorias para a nossa própria empresa, corre-se o perigo de deixar que melhorias sejam feitas ao cliente. Por que não tornar o cliente uma prioridade, nestes casos, então?

Evitando o Desperdício

Ajudados pela ferramenta “Lean” se evita o consumo exagerado, tanto de material, como de energia e de tempo.  

Deve haver uma racionalização e um corte de etapas em espaços pequenos de tempo. 

Busca-se não fazer julgamentos de valor, em que as análises são quantificadas, assim é possível assegurar-se em números reais, ao invés de uma ideia hipotética. 

Quanto Mais Cedo, Melhor

Para a excelência operacional de uma empresa, quanto antes um problema for, não só identificado, mas também resolvido, melhor. 

Por mais que a correção seja cara, é indispensável fazer uma métrica dos estágios que esse problema acarretará para a empresa. 

Às vezes, não tomar uma medida cara logo de início para sanar o que está ocorrendo poderá trazer prejuízos e, inclusive, afetar a qualidade do material ou serviço oferecido ao cliente, o que pode, além de trazer mais prejuízos, perder esse cliente para o mercado concorrente. 

O cliente deve sempre estar em primeiro lugar em uma linha de resolução de problemas. 

Rotinas Dinâmicas

É importante que reuniões com a equipe sejam feitas, pois o coletivo sempre tem a contribuir. As rotinas podem ser dinâmicas para que o grupo interaja mais e os integrantes troquem mais ideias, enfim, possam se conhecer mais. 

É muito mais frutífero para uma empresa quando as conquistas obtidas podem ser usufruídas por toda a equipe, por isso se deve evitar ao máximo o isolamento daqueles que não querem participar ou dar a sua opinião. 

Hoje, os setores de RH têm profissionais especializados capacitados para promover a integração dos grupos dentro das empresas, inclusive de diferentes setores. 

Afinal de contas, a comunicação é o único meio de interagirmos e pensarmos sobre o que vai ou não vai bem em determinado setor da empresa. 

Todavia, as reuniões devem render frutos úteis para a excelência operacional da empresa. 

De nada vale tomar uma decisão em grupo, mas não a colocar em variação operacional. 

O que vale mesmo é que, a partir das melhores decisões tomadas pelo grupo pelo bem dos clientes e da empresa, é que se meçam os resultados a serem seguidos dali em diante. 

Esse é um sistema de plano ação moderno e ativo. 

Considerações Finais

Toda organização se inicia com seu foco na excelência operacional, a fim de atingir seus objetivos. 

Você sabia que quando a empresa tem o compromisso com a excelência operacional isso faz dela um ícone capaz de assumir o posto de liderança em sua área de atuação?

A excelência operacional nada mais é do que a busca constante por fazer melhor, aperfeiçoar sua performance e a lucratividade em todas as dimensões do negócio. 

Quando se desenvolve, ou se redefine sistemas, o importante é, além de aprimorar a automação da empresa, oferecer produtos e serviços melhores aos seus clientes.

Informe-se mais sobre gestão de processos e projetos em nosso blog, garanto que você vai gostar dos conteúdos que preparamos para você.

Conheça a ferramenta usada por Gustavo Farias gratuitamente!

O Proj4me é um software online completo para o gerenciamento de projetos, tarefas e equipes. Faça o teste grátis por 14 dias e profissionalize a gestão de projetos da sua empresa.

Eu turbino sua carreira (e a sua vida) com a Gestão de Projetos

🔒 Seus dados estão 100% protegidos e jamais serão compartilhados. Ao se cadastrar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Leia também e aprenda mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ei, que tal comprovar por conta própria que o Proj4me é a melhor opção para gerenciar seus projetos?

✅ Preencha seus dados e crie sua conta agora!